Partidas de Lisboa às 4ª feiras, 6ª Feiras e Domingos a partir de 01 de Abril 2022

1º dia – LISBOA / ISTAMBUL / TASHKENT

Comparência no aeroporto 3 horas antes do horário previsto para a partida do seu voo. Formalidades de embarque e partida em voo da Turkish Airlines com destino a Tashkent via Istambul. Refeições e noite a bordo.

2º dia – TASHKENT (PA, A, J)

Chegada manhã cedo. Transporte para o hotel. Pequeno almoço e visita de meio-dia aos pontos de maior interesse turístico da Capital do Uzbequistão, a maior cidade da Ásia Central, com destaque especial para o Complexo Khast Imon, construído no século XVI, composto por uma praça com mesquitas e madraças que foram escolas corânicas, com destaque para  o original “Corão de Usman” do século VII;  a Madraça de Barak-Khan,dos séculos XVI a XIX; o Mercado Principal de “Chor-Su”, um dos maiores de Tashkent, construído em puro estilo oriental, cheio de vida e cores com a sua variedade dos melhores frutos secos, legumes, verduras, frutas e roupas típicas dos povos usbeques; a Mesquita Tilla Sheikh; Pequena viagem no Metro de Tashkent, o único existente em toda a Ásia Central; o Museu das Artes Aplicadas com mais de 7.000 peças artesanais, desde joias, bordados, tapetes, desde o Século XIX até à atualidade; a Praça da Independência, no coração da Cidade, com suas famosas fontes e local de reunião e descanso dos habitantes. Alojamento e tempo livre.

3º dia – TASHKENT / URGENCH / KHIVA (PA, A, J)

Depois do pequeno almoço, transporte para o aeroporto e partida de avião para Urgench. Assistência à chegada e continuação de carro para Khiva.

Khiva, considerada como cidade-museu e património mundial da Humanidade pela UNESCO, é uma cidade muito antiga com mais de 2.000 anos de existência. Local de paragem das caravanas de camelos que percorriam a ROTA DA SEDA. No século XVI foi a Capital do Canato de Khiva pelas tribos usbeques que aqui se fixaram. Tornou-se uma das mais importantes cidades do Uzbequistão a partir dos finais do século XVI.

Durante a maior parte do dia, visita dos pontos mais característicos da cidade, com destaque para o centro histórico, como a Fortaleza Ichan Kala, atualmente um Museu Arqueológico ao Ar Livre, com mais de 60 edificações históricas cercadas por muralhas, considerado pela Unesco como Património da Humanidade; Madraça Mukhammad Aminkhan, com dois andares e cerca de 70 metros de altura. É uma das maiores madraças da Ásia Central. Erigida nos meados do século XIX, contém 125 celas que alojam 260 estudantes; Madraça Mukhammad Rahimkhan, uma das mais belas obras arquitetónicas em estilo da região de Khoresm. Erigida em 1876 em homenagem a Muhammad Rahim-Khan, um dos mais insignes e ilustrados governantes da Dinastia Kungrat que reinou, em Khiva, desde meados do Século XVIII aos princípios do Séc XX; Kalta Minor, um minarete considerado um símbolo artístico da cidade, iniciado nos meados do Século XIX mas ficou inacabado, com apenas 29 metros de altura dos 70 planeados; A Mesquita Juma, dos finais do Século XVIII. Monumento único, sem portas, cúpulas ou galerías. O seu interior é uma grande nave, encimada por um teto plano suportado por 215 pilares em madeira; Palácio Tash-Khovli, residência de verão dos Khans de Khiva. uma riquíssima combinação arquitetónica com artes decorativas típicas da região de Khoresm; Mausoléu de Pakhlavan Makhmud um dos mais famosos poetas e combatentes do século XIV. Terminamos com uma vista do Islam-Khoja, o minarete mais alto do Uzbequistão, erigido no Século XX e um passeio pela cidadela de Kunya Ark cujas primeiras construções datam do Século XII; Assistiremos ainda a um espetáculo de folclore nacional no Café Zarafshon, na Fortaleza de Ichan Khala. Resto da tarde livre. Alojamento no hotel.

4º dia – KHIVA / BUKHARA (PA, A, J)

A seguir ao pequeno-almoço, partida por estrada para Bukhara, ao longo do Deserto de Kysyl Kum, com importantes vistas dos caminhos atravessados pelas caravanas dos mercadores da Rota da Seda, num percurso de 480 kms, cerca de 7 a 8 horas. Chegada a Bukhara. Alojamento no hotel e resto do dia livre para repouso.

5º dia – BUKHARA (PA, A, J)

Localizada no Sudoeste do Usbequitão, a cerca de 215 kms de Samarcanda e 568 kms de Tashkent, ligadas por autoestrada. Junto do delta do Rio, Zeravshan, BUKHARA é um oásis no DESERTO KYSYL KUM. Habitado há mais de 5.000 anos, foi um dos mais importantes centros económicos e culturais. A cidade de Bukhara, cujo nome significa “cheia de conhecimento” por ter sido, desde a antiguidade, um grande centro de estudos científicos. Fundada no século VI a.C., foi um dos principais pontos de passagem das caravanas que circulavam na Rota da Seda. Foi a Capital do Império Persa dos Samânidas. Esteve sob o domínio de Genghis Khan e conquistada no século XVI pelos chamados “Usbeques Shaybanids”, uma dinastia turco-mongol da Ásia Central que fez de Bukhara a capital desta dinastia, conhecida como o Canato de Bukharado que veio a tornar-se um protetorado russo em 1868 e integrado, em 1924, na Antiga União Soviética, até à Independência do Usbequistão em 1991. Atualmente, Bukhara é uma das mais famosas cidades do País com um dos maiores conjuntos históricos e culturais, com os seus mais de 100 monumentos, entre palácios, mausoléus, mesquitas, madraças e minaretes, sendo reconhecia pela UNESCO como Património Cultural da Humanidade.

Depois do pequeno almoço, início de visitas, durante a maior parte do dia, aos pontos mais importantes, das partes antigas e modernas da cidade, nomeadamente: Os mausoléus dedicados a Ismail Samoni, mandados construir nos séculos IX-X para guardar o túmulo de Ismail Samadi, fundador da Dinastia Samânida, do seu pai, filhos e netos. Devido à grandiosidade da sua estrutura, nunca precisou de ser reconstruído, ao longo de mais de 1.100 anos. É considerado um dos mais elegantes monumentos de Bukhara e de toda a Ásia Central; O Mausoléu Chasma-Ayub, construído ao longo dos tempos, desde o século XII ao XVI, no tempo de Tamerlão. Significa o Poço de Job com águas puras e de poderes curativos que, segundo a lenda, teria sido visitado por Job e cuja construção lhe teria sido dedicada; A Mesquita Bolo-Khauz (1712) – monumental complexo da Praça Registan composto por um reservatório, uma mesquita, um minarete e uma lagoa chamada “Bolo-Khauz” (Reservatório Infantil); A antiga e lendária cidadela ARK do século IV a.C. – Símbolo do poder estatal e residência dos “khans” de Bukhara; O Minarete de Kalyan (séc XII) – Símbolo da  Cidade de Bukhara dominando toda a cidade e representando um dos maiores expoentes da Arte Islâmica; a Mesquita Magoki-Attrai, construída, no século XII, tempo do apogeu do Zoroatrismo. Visita ainda às Madraças de Ulugbek e de Abdulazizkhan, erigidas respectivamente nos séculos XV e XVII e às cúpulas comerciais Toki-Sarrafon Trading, Telpak Furushon, Timi Abdullakhan Trading e Toki-Zargaron Trading cada uma especializada num tipo de artigos, como livros, chapéus, tapetes, pinturas ou joias.

Assistir-se-á a um espetáculo de folclore nacional na Madraça de Nodir Devan Begi. Alojamento no hotel e resto do tempo livre.

6º dia – BUKHARA  (PA, A, J)

Depois do pequeno almoço visita, durante a manhã,  a alguns famosos locais nas cercanias da cidade, como o Palácio de Sitorai Mokhi-Khosa, uma construção dos meados do século XIX, residência de Verão do último emir de Bukhara, uma verdadeira obra prima da arquitetura, numa combinação de estilos orientais e ocidentais; o Mausoléu de Bakhoutdin Naqshbandi, um dos mais importantes mausoléus muçulmanos, considerado como a “Meca” da Ásia Central; a Madraça Chor-Minor com os seus quatro minaretes cujos elementos decorativos das torres refletem a compreensão filosófica-religiosa das quatro principais religiões do Mundo. Tarde livre. Alojamento no hotel.

7º dia – BUKHARA / GIJDUVAN / SAMARCANDA (PA, A, J)

Depois do pequeno almoço, partida de carro para Samarcanda, num percurso de 280 kms (cerca de 4 horas), com paragem em Gijduvan para visita ao museu, fábrica e escola de oleiros, uma das principais escolas de olaria e fábricas de cerâmicas, de toda Ásia Central. Gerida pela mesma família cuja arte e segredos das suas peças, tem vindo a passar de pais a filhos, há seis gerações. Continuação e visita na região de Navoi, aos restos do Caravançarai Rabat Malik, construído no século XI, para as caravanas de mercadores que viajavam na Rota da Seda. Candidato a Património Cultural da Humanidade, o caravançarai é considerado uma obra-prima da arquitetura medieval da Ásia Central. Continuação para Samarcanda. Chegada e alojamento no hotel. Resto dia livre. 

8º dia – SAMARCANDA (PA, A, J)

Samarcanda, foi fundada no primeiro milénio antes de Cristo e cujo nome significa a “Cidade da Pedra”. É a segunda maior cidade do Uzbequistão. Situa-se num vale fértil e, pela sua localização, tornou-se num dos lugares mais célebres e estratégicos da Rota da Seda, entre a China e a Europa. Foi conquistada  por Alexandre, o Grande, e pelas tribos dos Abássidas. Foi a Capital do Império de Tamerlão, no século XIV, que a dotou de magníficos edifícios dignos de uma Capital Imperial. É, ainda, um dos principais centros de Estudos Islâmicos de toda a Ásia Central. Serviu como Capital do Uzbequistão na primeira metade do século XX. Presentemente, é um dos principais centros comerciais e turísticos do Uzbequistão

Após o pequeno almoço, inicio das visitas aos locais de maior interesse cultural e turístico da cidade, nomeadamente: a Praça de Registan, centro principal de Samarcanda medieval, com as três madraças, Sher-Dor,   Tilla-Kari e Ulugbek, com suas cúpulas azul-turquesa ou douradas, datando dos séculos XV-XVII;  o Mausoléu de Gur Emir, um autêntico santuário de Tamerlão, um majestoso complexo, formado pela Madraça do Sultão Muhammad, neto de Amir Timur e, mais tarde, com os túmulos do próprio Amir Timur e dos seus descendentes. Gur Emir foi um protótipo das famosas obras arquitetónicas do Grande Muhgal, como o Mausoléu Humayun, em Delhi, e o Taj Mahal, em Agra, mandados construir pelos descendentes de Timur que governaram o Norte da Índia; A majestosa Mesquita Bibi Khanum, mandada construir por Tamerlão, nos finais do século XIV,  para celebrar a vitória das suas campanhas militares na Índia, uma construção que impressiona pelo seu tamanho e o esplendor da sua beleza; O Siyob Bazaar (encerra às segundas) - o maior centro comercial de Samarcanda onde se encontra de tudo com predominância de frutas, vegetais, doces e as muitas variedades de pão nacional; A Necrópole de Shakhi-Zinda, cujo nome significa “Rei Vivo” em persa, é o local onde eram sepultados pessoas da família real ou membros da alta nobreza. Consiste num conjunto de onze mausoléus em cores azuis brilhantes, construídos um após o outro,  nos séculos XIV-XV. O principal mausoléu onde começa a necrópole parece ser o túmulo imaginário do primo do profeta Maomé, Kusama Ibn Abbas. Ao fim do dia, regresso ao hotel e alojamento 

9º dia – SAMARCANDA / SHAKHRISABZ / SAMARCANDA (PA, A, J)

SHAKHRISABZ, uma pequena cidade, com cerca de 102.000 habitantes, localizada a 80 Kms a sul de Samarcanda, fundada há 2.700 anos. É um local de grande importância histórica, reconhecido pela Unesco como Património da Humanidade, e onde nasceu Amir Timur, também conhecido como Tamerlão, o grande conquistador e fundador de um vasto império conhecido como Império Turco-Mongol que se estenderia por toda a Ásia Central e dominou a Índia durante cerca de 200 anos.

Após o pequeno-almoço, partida de carro para SHAKHRISABZ onde visitaremos os pontos de maior interesse histórico e cultural, nomeadamente:

O Mausoléu de Jakhongir e Dor-us Siyodat, um conjunto de construções evocativas da Memória dos príncipes Jakhongir e Umarshayk, filhos de Timur; Ruínas do Palácio Ak-Saray, majestosa residência de Amir Timur, erigida no século XIV. Grande parte ruiu há cerca de 300 anos. O que restou do palácio foi restaurado e a praça principal, transformada num parque cultural e de recreio para a população e para a realização de muitos eventos culturais sobre a rica história do povo usbeque; O Complexo de Dorut-Tilovat formado pelas ruínas de uma necrópole de dignitários da nobreza, dois mausoléus de sheiks famosos e de uma mesquita.

Regresso a Samarcanda pela tarde. Visita e prova de vinhos, a uma das caves onde se produz o famoso vinho de Samarcanda. Resto do tempo livre. Alojamento no hotel.

 10º dia – SAMARCANDA (PA, A, J)

Depois do pequeno almoço, continuação de visitas, durante a manhã a famosos locais e monumentos da cidade, como: O Observatório de Ulugbek, mandado construir na primeira metade do século XV, pelo neto de Tamerlão, Ulug Bek, grande matemático e astrólogo. Uma construção inédita e arrojada para a época; Museu Afrasiab, dedicado à História da cidade. Contém uma valiosa coleção de artefactos antigos, ilustrando a história do desenvolvimento de Samarcanda, desde a conquista de Alexandre Magno; Mausoléu de São Daniel, considerado o túmulo do Profeta Daniel do Antigo Testamento, local de peregrinação de muçulmanos, cristãos e judeus vindos de todas as partes do Mundo. Visitamos, ainda, uma fábrica de papel fundada no Século VIII, na povoação Koni Gil, na periferia da cidade, onde podemos assistir ao tradicional fabrico artesanal de papel a partir de folhas de amoreira. Resto do dia livre. Alojamento no hotel.

 

11º dia – SAMARCANDA / ISTAMBUL / LISBOA

Pequeno almoço. Em hora a determinar, transporte ao Aeroporto de Samarcanda. Assistência nas formalidades de embarque e partida de regresso a Lisboa, via Istambul.

PREÇOS POR PESSOA EM QUARTO DUPLO

VÁLIDA EM 2022 (min 2 pax)

2 pax3-4 pax5-6 pax7-8 pax9 pax
2895€2730€2595€2460€2325€

Suplemento para quarto individual: € 315

Nota: Os preços estão sempre  sujeitos a reconfirmação no momento das reservas

OS PREÇOS INCLUEM:

  • Voos Turkish Airlines em classe V
  • Taxas de aeroporto no valor de € 314,00 por pessoa, sujeitas a alteração
  • Alojamento em hotéis de 4 estrela em quartos duplo ou twins
  • Tours e transfers em automóveis/autocarros com Ar Condicionado
  • Guia em Espanhol em todo o percurso
  • Entradas em locais ou monumentos históricos ou museus conforme o programa
  • Voo doméstico, em classe económica Tashkent-Urgench na Uzbekistan Airways;
  • Pensão Completa durante o circuito
  • Espetáculo de Folclore na Madraça de Nodir Devan Begi em Bukhara
  • Espetáculo de Folclore no Restaurante típico Zarafshon em Ichankala Khiva.
  • Visita à Fábrica tradicional de papel “Konighil Meros”
  • Prova de vinhos nas caves “Khovrenko”;
  • 1 Garrafa de água mineral diária
  • Seguro de viagem com PVFM, CIV A e complemento Covid 19 (inclui cancelamento de viagem no caso de teste PCR positivo nos 60 dias antes do início da viagem ou em caso de isolamento profilático, despesas medicas e de repatriamento relativas a Covid contraído em viagem. Não inclui o cancelamento de viagem nem o repatriamento no caso de encerramento de fronteiras)
  • Iva, Taxas Hoteleiras, Taxas de Turismo e Serviço

OS PREÇOS NÂO INCLUEM:

  • Teste RT-PCR Covid ou PCR Covid-19 necessários à realização da viagem
  • Obtenção de visto
  • Bebidas alcoólicas (vodka, cerveja, vinho, etc)
  • Taxas de uso de máquinas fotográficas ou de filmar.
  • Gratificações a guias e motoristas
  • Qualquer outro serviço não especificado no presente orçamento
  • Bebidas durante as refeições exceto enquanto em TI
  HOTÉIS PREVISTOS – 4 * ou tipo Boutique  
  TASHKENTHotel “Ramada Tashkent” **** Hotel “Asia Tashkent” **** Hotel “Navruz” **** Hotel “Oscar” Boutique
  KHIVAHotel “Asia Khiva” **** Hotel “Bek Khiva” **** Hotel “Malika Khiva” **** Hotel “Zarafshon Boutique”
  BUKHARAHotel “Asia Bukhara” **** Hotel “Malika Bukhara” **** Hotel “Zargaron Plaza **** Hotel “Devon Begi”  Boutique
  SAMARKANDHotel “Asia Samarkand” **** Hotel “Diyora Palace” **** Hotel “Emirkhan” **** Hotel “Bibikhanum” Boutique

NOTAS IMPORTANTES:

É obrigatório passaporte com validade mínima de 6 meses e com pelo menos 4 páginas em branco.

Covid-19: Face às constantes alterações nas restrições nos países de destino, é essencial obter atempadamente informação sobre quais os requisitos de entrada no que respeita a: vacinação, realização de testes, autorizações de viagem, preenchimento de formulários, instalação de APP, etc.

Para mais informações sobre saúde, regime de entrada, etc., consulte:

https://www.portaldascomunidades.mne.pt/pt/conselhos-aos-viajantes

https://apply.joinsherpa.com/travel-restrictions

https://www.traveldoc.aero/

Este programa obriga a um mínimo de 2 participantes.

Os valores mencionados poderão sofrer alguma modificação caso se verifiquem alterações cambiais significativas e/ou aumento das tarifas aéreas e respetivas taxas bem como a alteração do número mínimo de participantes ou qualquer outro custo relacionado com a viagem e que repercuta proporcionalmente no preço final da mesma.

Se, de acordo com a disponibilidade no ato de reserva, não for possível confirmar a companhia ou classe prevista no preço base, será sempre oferecida a melhor alternativa disponível em termos de horários e preços e indicado o respetivo suplemento.

CONDIÇÕES GERAIS

Clique aqui: http://across.pt/condicoes-gerais/