SAFARI NYOTA
10 dias
Nairobi / Masai Mara / Lago Victoria / Serengeti / Ngorongoro / Arusha

1º Dia – LISBOA/ …NAIROBI (Pequeno-almoço)

Comparência no aeroporto 2 horas antes da saída do voo programado. Formalidades de embarque e partida com destino a Nairobi, via Amesterdão.

Chegada e, após as formalidades aduaneiras, será recebido pelo nosso guia que os acompanhará ao Eka Hotel. Alojamento.

 

2º Dia – MASAI MARA (Pensão Completa)

Após o pequeno-almoço, transfer para o aeroporto Wilson e voo com destino à Reserva Nacional de Masai Mara, considerada a pérola da natureza do país.

Ao chegar à pista de aterragem, em Masai Mara, inicio do safari.

Alojamento no Olengoti Eco Safari Camps.

 

3º Dia – MASAI MARA (Pensão Completa)

Continuamos na majestosa Reserva Nacional de Masai Mara onde poderá observar em qualquer altura do ano aqueles que são considerados os 5 grandes da savana: o Leão, o Búfalo, o Elefante, o Leopardo e o Rinoceronte. Aqui, poderá ainda observar inúmeras espécies de aves.

O rio Mara é a barreira natural onde, todos os anos, atravessam grandes manadas de gnus e zebras que se movem entre a Reserva de Masai Mara e o Parque Nacional de Serengeti, oferecendo um espectáculo verdadeiramente deslumbrante.

O nosso acampamento está numa área privilegiada para seguir os passos da grande migração…

Vai poder fazer um safari a pé através dos principais pontos de passagem da grande migração nas margens do rio Mara.

Alojamento no Olengoti Eco Safari Camps.

 

4º Dia – LAGO VICTORIA (Pensão Completa)

A caminho da saída do parque de Masai Mara mais um safari em trajecto. Sempre em direção a Oeste chegaremos ao nosso destino de hoje, o Lago Victoria, onde nos receberão os seus pescadores e secadores de peixe para posterior venda no mercado local repleto de cores, cheiros e ambiente tipicamente africano. Ainda hoje efectuaremos os trâmites de entrada na Tanzânia.

Passeio de barco, ao entardecer, para ver o pôr-do-sol que nos leva ao nosso alojamento em ilha privada em pleno Lago Victoria.

Alojamento no Lukuba Island Lodge

 

5º Dia – SERENGETI (Pensão Completa)

Pela manhã e para os mais madrugadores, possibilidade de fazer uma caminhada pela parte mais alta da ilha onde vai poder desfrutar de um amanhecer maravilhoso. Passeio de barca no lago para apreciar mais de perto a actividade dos pescadores locais. Continuação em direcção ao Parque Nacional de Serengeti, aquele que é o prolongamento natural do Parque de Masai Mara. Não existem fronteiras entre estes países dentro dos parques nem para pessoas e, claro, nem para animais pelo que estima-se em 2 milhões e meio os animais que, entre Julho e Outubro, se deslocam em busca de pastos frescos. São as chamadas migrações.

Esta noite vai poder relaxar antes de um maravilhoso jantar à luz das estrelas, tudo no mais puro estilo Memórias de África.

Alojamento no Pumzika Serengeti Safari Camp

 

6º Dia – SERENGETI (Pensão Completa)

Mais um dia preenchido em safaris naquele que é mais um dos “santuários” dos Big Five da savana Africana. Desfrutem bem o seu dia fotografando, filmando ou, simplesmente, observando.

Possibilidade de algumas atividades opcionais.

 

7º Dia – NGORONGORO (Pensão Completa)

O nosso safari de hoje será, uma vez mais, o próprio trajecto que através do Parque Nacional de Serengeti nos levará até outro “berço” da vida selvagem, a área de Conservação de Ngorongoro.

Visita a uma aldeia Masai durante o trajecto.

O nosso acampamento proporcionará vistas espectaculares sobre a cratera de Ngoprongoro (somos o único acampamento que goza de uma vista destas) uma verdadeira experiência. Ao viver e desfrutar de uma conversa e um copo de vinho ao redor da fogueira com os nossos Maasai, que mantêm o acampamento seguro, vai-se tornar numa lembrança inesquecível.

 

Alojamento no Pakulala Ngorongoro Safari Camp

 

8º Dia – NGORONGORO / ARUSHA (Pequeno-almoço)

Manhã bem cedo e em veículos 4×4 desceremos ao interior da Cratera de Ngorongoro, uma caldeira vulcânica com mais de 600 metros de profundidade e mais de 20Km de diâmetro onde encontrará a maior concentração permanente de vida selvagem em toda a África. Na cratera deste enorme vulcão extinto há milhares de anos, milhares de animais encontram o seu sustento devido à permanente existência de água, não tendo, por isso, necessidade de migração. Vivida esta fantástica experiência, transfer para Arusha.

Alojamento no Karama Lodge

 

9º Dia – ARUSHA / …LISBOA

Dia livre e em hora a indicar localmente, e de acordo com a hora do voo programado, transfer para o aeroporto de Arusha (JRO). Formalidade de embarque e saída com destino a Lisboa, onde vai chegar no dia seguinte.

TANZÂNIA
GEOGRAFIA
A Tanzânia tem uma superfície de 945.087 Km2. É limitada a leste pelo Oceano Indico, a norte pelo Quénia e Uganda, pelo Burundi, Rwanda e pela República Democrática do Congo a oeste e pela Zâmbia, Malawi e Moçambique a sul. O território tanzaniano é dividido em regiões claramente definidas: uma estreita região costeira, coberta de luxuriante vegetação tropical, a zona de savana a norte, com altitudes que vão dos 200 aos 1000 metros e um alto planalto na zona sul, junto à Zâmbia e Lago Niassa (Lago Malawi).
DOCUMENTAÇÃO
Passaporte em vigor com, pelo menos, 6 meses de validade. É necessário visto de entrada para e Tanzânia (obtido à chegada – custo USD 50,00 por pessoa).
SISTEMA MONETÁRIO
A unidade monetária é o Shilling da Tanzânia, dividido em 100 cêntimos. 1 € é igual a 85 Shillings, aproximadamente.
Cartões de crédito: American Express, Diners, Master Card e Visa.
SAÚDE
Para mais informações sobre os cuidados de SAÚDE e CONSULTA DO VIAJANTE clique AQUI
CLIMA
Na Tanzânia, o clima é tropical e as regiões costeiras são quentes e húmidas.A Tanzânia apresenta dois períodos de chuva, o primeiro de Março a Maio de grande intensidade e o segundo em Novembro e Dezembro com chuvas menos intensas e por poucas horas por dia.
GRATIFICAÇÕES
Geralmente aplica-se 10% dependendo do nível de serviço proporcionado.Gratificações a bagageiros (USD$ 1,00 por mala), motoristas/guias (USD$ 5,00 a $ 10,00 por pessoa, por dia) e pessoal dos hoteis/lodges (USD$ 2,00 a $ 4,00 por pessoa, por dia).
SEGURANÇA NOS PARQUES
Os parques costumam dispor de uma série de caminhos traçadas que devem ser fielmente seguidos. Não se podem ignorar e desrespeitar. Assim o dizem as normas e a sensatez. Afastar-se deles prejudica o natural movimento e a vida dos animais que já se habituaram a que os seus observadores se encontrem nestes pontos. Também não é permitido sair dos veículos quando se está percorrendo as zonas protegidas. Logicamente, não se deve molestar os animais.As noites são outro dos momentos oportunos para cumprir as recomendações dos guias e das autoridades. Convém não sair dos recintos ou das zonas delimitadas, simplesmente por segurança.
HORA LOCAL
Durante o verão tem duas horas mais que Portugal e três horas mais no Inverno.
IDIOMA
O swahili é o idioma oficial e o mais falado. O inglês está largamente difundido. Outras línguas faladas são o Kikuyu e o Luo.
ELECTRICIDADE 220 / 240 V.
O QUE VESTIR
Quanto melhor equipado se viaje, mais se desfrutará da viagem. Não se deve viajar com demasiada bagagem, mas sim com a bagagem adequada. Um chapéu e uns óculos de sol são necessários para não ter problemas de insolações. Também uma camisa e calças compridas para o entardecer em lugares onde abundam os mosquitos, assim como um bom repelente de insectos. Os sapatos devem ser cómodos e fechados.O vestuário deve ser desportivo, especialmente nos lugares de veraneio e nos parques. No entanto nos restaurantes deve ser usada roupa mais formal. Não esquecer trazer a câmara fotográfica e um par de binóculos para observar os animais!

QUÉNIA

 

GEOGRAFIA
O Quénia fica situado na costa leste de África e tem uma superfície de 582.650 Km2. Faz fronteira com a Etiópia a norte, Sudão a noroeste, Somália a nordeste, Uganda a oeste e a Tanzânia a sul. A leste é banhada pelo Oceano Índico. O Quénia divide-se em quatro regiões principais: o norte, o árido e desértico, a região de savana a sul, as terras baixas e férteis ao longo da costa e nas margens do Lago Vitoria e as terras altas a oeste, onde se situa Nairobi, a capital.
DOCUMENTAÇÃO
Passaporte em vigor com, pelo menos, 6 meses de validade. É necessário visto de entrada para o Quénia (obtido à chegada – custo USD 50,00 por pessoa).
SISTEMA MONETÁRIO
A unidade monetária é o Shilling do Kenya (KES), dividido em 100 cêntimos. 1 € é igual a 85 Shillings Quenianos, aproximadamente.
Cartões de crédito: American Express, Diners, Master Card e Visa.
 
SAÚDE
Para mais informações sobre os cuidados de SAÚDE e CONSULTA DO VIAJANTE clique AQUI
CLIMA
O Quénia apesar de ter vários microclimas pode-se dizer que o clima é muito agradável devido à altura da região de Nairobi e dos Parques. As temperaturas máximas oscilam entre os 21 e os 30 graus e as mínimas entre os 9 e os 13 graus. O período das chuvas é de Março a Maio e o mês de Novembro.
GRATIFICAÇÕES
Geralmente aplica-se 10% dependendo do nível de serviço proporcionado.
Gratificações a bagageiros (USD$ 1,00 por mala), motoristas/guias (USD$ 5,00 a $ 10,00 por pessoa, por dia) e pessoal dos hoteis/lodges (USD$ 2,00 a $ 4,00 por pessoa, por dia).
SEGURANÇA NOS PARQUES
Os parques costumam dispor de uma série de caminhos traçadas que devem ser fielmente seguidos. Não se podem ignorar e desrespeitar. Assim o dizem as normas e a sensatez. Afastar-se deles prejudica o natural movimento e a vida dos animais que já se habituaram a que os seus observadores se encontrem nestes pontos. Também não é permitido sair dos veículos quando se está percorrendo as zonas protegidas. Logicamente, não se deve molestar os animais.
As noites são outro dos momentos oportunos para cumprir as recomendações dos guias e das autoridades. Convém não sair dos recintos ou das zonas delimitadas, simplesmente por segurança.
HORA LOCAL
Durante o verão tem duas horas mais que Portugal e três horas mais no Inverno.
IDIOMA
O swahili é o idioma oficial e o mais falado. O inglês está largamente difundido. Outras línguas faladas são o Kikuyu e o Luo.
ELECTRICIDADE
220 / 240 V.
O QUE VESTIR
Quanto melhor equipado se viaje, mais se desfrutará da viagem. Não se deve viajar com demasiada bagagem, mas sim com a bagagem adequada. Um chapéu e uns óculos de sol são necessários para não ter problemas de insolações. Também uma camisa e calças compridas para o entardecer em lugares onde abundam os mosquitos, assim como um bom repelente de insectos. Os sapatos devem ser cómodos e fechados.
O vestuário deve ser desportivo, especialmente nos lugares de veraneio e nos parques. No entanto nos restaurantes deve ser usada roupa mais formal. Não esquecer trazer a câmara fotográfica e um par de binóculos para observar os animais!