GARDEN ROUTE

 10 Dias

1º Dia – Lisboa /
…Formalidades de embarque e início da viagem com destino a Cape Town.Refeições e noite a bordo…

2º Dia – … / Cape Town

… Chegada a Cape Town. Assistência por parte do nosso representante local e transfer para o Southern Sun Waterfront ou similar, em regime de pequeno-almoço.

3º Dia – Cape Town
Dia livre. Cape Town, a Cidade Mãe da África do Sul, que foi fundada pelos holandeses em 1652. Séculos de mistura de culturas deixaram à Cidade do Cabo um legado fascinante. O visitante tem um leque de opções ilimitadas: tour de dia inteiro à Península do Cabo, subida à Table Moutain, relaxar nas praias douradas, fazer compras, comer numa variedade desconcertante de restaurantes ou explorar a marginal Vitória e Alfredo, o centro de diversões da cidade de dia ou de noite.
Estadia no Southern Sun Waterfront ou similar, em regime de pequeno-almoço.

4º Dia – Cape Town / Oudtshoorn
Após o pequeno-almoço no hotel, saída para Oudtshoorn, via “Little Karoo” e Montagu. Pelo caminho, paragem em Barrydale, onde vai ter a oportunidade de visitar uma escola local, interagir com as crianças e professores (caso escola esteja aberta). Continuação para Oudtshoorn, conhecido como o centro de quintas de avestruzes. Jantar e estadia no La Plume Guest House ou similar.

5º Dia – Oudtshoorn / Knysna
Depois do pequeno-almoço, tour às espetaculares cavernas de pedra calcária de Cango Caves. Regresso a Oudtshoorn onde vai fazer um tour e degustar um almoço leve numa quinta de avestruzes. Saída para George, via Outeniqua Pass e depois para Knysna, aninhada nas margens de uma bonita lagoa no coração de Garden Route. Estadia no Rex Hotel ou similar, em regime de pequeno-almoço.

6º Dia – Knysna
Após o pequeno-almoço, saída para passeio de barco na lagoa até à Reserva Natural de Featherbed, onde subirá ao topo de Western Head. Regresso a pé, através das Milkwood trees e almoço (incluído). Tarde livre para explorar Knysna. Estadia no Rex Hotel ou similar, em regime de pequeno-almoço.

7º Dia – Knysna / Albertinia
Pequeno-almoço seguido de saída para Albertina via George e Mossel Bay. Da parte da tarde, desfrute de um safari em veículo aberto onde vai poder ver os Big Five e outras espécies de animais. Esta reserva privada está livre de malária. Jantar e estadia no Garden Route Game Lodge ou similar.

8º Dia – Albertinia / Hermanus

A sua aventura continua com um safari de manhã bem cedo. O seu guia especializado vai-se esforçar para encontrar os “Big Five”, bem como aves e outras espécies de animais. Deixando a savana para trás, continuação para a pitoresca cidade holandesa, Swellendam. Esta encantadora cidade foi fundada em 1745 e é famosa pelas suas youngberries, arquitetura eclética e Parques Nacionais. A viagem continua até à estância balnear de Hermanus, conhecida como o coração da rota das baleias, oferecendo a melhor observação de baleias do mundo, desde terra (Agosto-Novembro).
Jantar e estadia no Misty Waves Hotel ou similar.

9º Dia – Hermanus / Cape Town / …
Depois de um agradável pequeno-almoço, saída para Somerset West, viajando através da cênica estrada costeira da Baía de Gordon. Esta é uma rota espetacular, com penhascos íngremes e enseadas encantadoras. Os locais chamam-lhe “Chapman’s Peak” e oferece vistas fantásticas sobre False Bay. Continuação para a área de Stellenbosch, situada na pitoresca região das vinhas, onde irá fazer uma degustação de vinhos antes de chegar a Cape Town. Transfer para o aeroporto.
Formalidades de embarque e início da viagem de regresso. Refeições e noite a bordo…

10º Dia – … / Lisboa

… Chegada a Lisboa.

 

Preço por pessoa :

em quarto Duplo: 2030€

Supl. Sgl: 390€

Taxas aeroporto: 81€

SUPLEMENTOS AÉREOS por pessoa :
Classe X De 06Jan a 31Out N/A
Classe Q De 06Jan a 31Out 175,00 €
Classe H De 06Jan a 31Out 300,00 €

 

Saídas de Lisboa

Mês Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov
Dias 13; 20; 27 06; 13; 20; 27 03; 17 01; 15; 29 12 03; 17; 31 14 04; 11; 18; 25 02; 09; 16; 23; 30 06; 13: 20; 27

DOCUMENTAÇÃO

Isenção de vistos para cidadãos portugueses para efeitos de turismo. Devem possuir passaporte válido pelo menos seis meses para lá da data da viagem.

IDIOMA
Apesar de a África do Sul ter 11 línguas oficiais, o Inglês é o idioma mais falado. Os outros dez incluem: Afrikaans (um dialeto derivado do holandês), Ndebele, Sotho do Norte, Sotho do Sul, Swati, Tsonga, Tswana, Venda, Xhosa e Zulu.
SAÚDE
Para mais informações sobre os cuidados de SAÚDE e CONSULTA DO VIAJANTE clique AQUI
CLIMA 
De um modo geral, a África do Sul caracteriza-se pela sua constante luminosidade solar, mas os efeitos do sol podem ser extremamente nocivos, pelo que é recomendado o uso de chapéu e de filtro solar. O pico do Inverno é no mês de Julho, e o Verão ocorre nos meses de Dezembro e Janeiro. O clima varia entre o mediterrâneo na Península do Cabo, o subtropical na costa Kwazulu-Natal e na região interior do nordeste, e o temperado nas regiões mais altas.
HORA LOCAL
Mais duas horas que em Portugal continental de Setembro a Março e mais uma hora que em Portugal continental de Março a Setembro.
GRATIFICAÇÕES
Dar gratificação é um costume seguido na África do Sul quando o serviço prestado é bom. Normalmente, nos restaurantes dá-se de 10% a 15% sobre o valor da conta, dependendo naturalmente da qualidade do serviço. O mesmo se aplica nos bares e a motoristas de táxi. Bagageiros devem receber cerca de 5 randes por mala, e as camareiras devem receber cerca de 20 randes por dia. Guias turísticos devem receber cerca de 50 randes por pessoa por um tour de meio-dia, e 70 randes por pessoa se o tour durar o dia todo. Guias de safari em parques privados costumam receber melhores gratificações, pois é comum que eles acompanhem os hóspedes durante toda a estadIa. Costumam receber gratificações entre 50 e 100 rands por dia.
SEGURANÇA
A maioria dos lugares na África do Sul é segura. Além disso, as pessoas são muito calorosas e simpáticas. Mas, como em qualquer país, há certas áreas onde a criminalidade é um problema, incluindo o centro de Joanesburgo e algumas áreas de Soweto, Pretória e Cidade do Cabo. Os turistas são aconselhados a não frequentarem essas áreas sozinhos à noite. Em todas as outras áreas, o turista deve seguir o bom senso, como não usar jóias que chamem a atenção e não aparentar estar perdido.
O QUE VESTIR
As temperaturas podem variar muito na África do Sul. Às vezes, os residentes da Cidade do Cabo vêem as quatro estações no mesmo dia. Por isso, os visitantes devem levar roupas leves que possam ser vestidas umas sobre as outras, além de um casaco. Na África do Sul, o traje deve ser casual, mas alguns restaurantes mais caros requerem um estilo mais formal.
IMPOSTO DE VALOR ACRESCENTADO (IVA) 
O Imposto de Valor Acrescentado  está incluído no preço da maioria dos produtos e serviços. Os turistas estrangeiros têm de pagar IVA em todos os produtos adquiridos, podendo, no entanto, reclamar o reembolso do IVA nos aeroportos, portos e delegações da alfândega, respeitante aos artigos que pretendam levar para fora do país, sempre que o valor total desses artigos exceda 250 Rands
CAPITAL 
Pretória