BIJAGÓS

 

O Arquipélago dos Bijagós, elevado ao estatuto de reserva ecológica da biosfera da UNESCO em 1996, é composto por aproximadamente 90 ilhas, 17 das quais habitadas com carácter permanente. Algumas ilhas têm uma população sazonal que para ali se desloca para cultivo do arroz ou pesca, outras são consideradas sagradas para os Bijagós, sendo por isso interdito viver ou até pernoitar nelas. É aliás esta fé animista dos Bijagós, proibitiva de atividades económicas e de subsistência em muitas das áreas consideradas sagradas, a garantia, de certa forma, da preservação do arquipélago. Podemos também associar o estado de conservação destas ilhas ao facto de terem estado durante muitos anos isoladas, não só pela insularidade mas também pelo temperamento guerreiro dos Bijagós que se protegeram desde sempre contra intrusões estrangeiras, mesmo no período da colonização.

Este arquipélago, que possui uma beleza e riqueza natural e cultural de exceção, tem uma extensão marítima de 10 000 Km² e a ilha mais próxima da parte continental dista cerca de 20 Km. As águas que rodeiam as ilhas são pouco profundos mas extremamente ricas, o que nos permite encontrar, por exemplo, o manatim, as lontras-do-cabo, tubarões, raias, peixes-serra, golfinhos, crocodilos, o hipopótamo marinho e quatro espécies de tartarugas-marinhas, nomeadamente a tartaruga-verde – que tem na ilha de Poilão a principal área de desova em todo o Continente africano. O mangal cobre cerca de um terço da parte emergente do arquipélago o que explica a riqueza das suas águas, tão apetecíveis igualmente para as aves. Efetivamente, o arquipélago dos Bijagós é também ponto de acolhimento para uma das maiores comunidades de aves migradoras a nível mundial.

 

De 06Jan 17 a 29Mar 18: Saídas de Lisboa às Quintas-feiras

De 30Mar a 31Out 18: Saídas de Lisboa às Sextas-feiras

 

1º Dia – Lisboa / Bissau / Bubaque

Comparência no aeroporto de Lisboa, três horas antes da partida.

Formalidades de embarque e início da viagem com destino a Bissau.

Chegada a Bissau e formalidades aduaneiras. Assistência pelo nosso representante local e transfer de avioneta (15min) + lancha rápida (10min) para a ilha de Bubaque.

Estadia no Ponta Anchaca, quarto standard e em regime de pensão completa.

 

2º ao 5º Dia – Bubaque

Dias livres para atividades de carácter pessoal.

Estadia no Ponta Anchaca, quarto standard e em regime de pensão completa.

6º Dia – Bubaque / Bissau / Lisboa

Após o pequeno-almoço e em hora a combinar localmente, transfer de avioneta para Bissau.

Transfer para o aeroporto. Formalidades de embarque e início da viagem de regresso a Lisboa.

 

PREÇO POR PESSOA

Em quarto duplo ………………………………………………………………  € 1.300,00

Suplemento para quarto individual …………………………………  €   190,00

 

SERVIÇOS INCLUÍDOS:

  • Passagem aérea Lisboa / Bissau com a EuroAtlantic (classe T) e Bissau / Lisboa com a TAP (classe T);
  • Taxas aeroporto € 270,00 net por pessoa (sujeito a alteração)
  • Transfer de avioneta Bissau / Bubaque / Bissau + Lancha rápida;
  • Estadia no hotel indicado em regime de pensão completa;
  • Seguro de assistência em viagem, conforme condições da apólice;

 

SERVIÇOS NÃO INCLUÍDOS:

  • Obtenção de visto;
  • Taxa de turismo: € 2,00 por pessoa, por noite;
  • Gratificações
  • Lavandaria;
  • Bebidas às refeições;
  • Extras de carácter pessoal e qualquer outro serviço não mencionado.

 

Nota:

Os preços constantes neste programa estão baseados nos custos dos serviços e taxas de câmbio vigentes à data da elaboração, pelo que estão sujeitos a alteração que resulte de variações no custo dos transportes ou do combustível, de direitos, impostos, taxas e flutuações cambiais até 20 dias antes da data da partida. Sempre que se verifique uma alteração no preço da viagem, o cliente será imediatamente informado.

 

FUSO HORÁRIO

GMT – A Guiné-Bissau não muda a hora no Verão. Mantem todo o ano a mesma hora, que a hora de Inverno de Lisboa.

MOEDA

A Guiné-Bissau partilha a mesma moeda com outros países da África Ocidental: o Franco CFA.

1.000 francos CFA valem cerca de 1,5 € A bordo aceitamos Francos CFA e Euros

TEMPERATURA

Durante a estação seca, nos Bijagós a temperatura oscila ao longo dia entre os 23º e 33 º, com um nível muito agradável de humidade.

SEGURANÇA

Para a sua e para a nossa tranquilidade, os passageiros devem dispor de um seguro de viagem completo. Além disso, e apesar de na estação seca geralmente não haver mosquitos à noite, nos lugares dos Bijagós onde o AFRICA PRINCESS lança âncora, a Guiné-Bissau solicita aos viajantes que mantenham atualizada a sua vacina contra a febre amarela. É também recomendado tomar diariamente um comprimido de prevenção da malária, um dia antes da viagem, durante, e uma semana depois de regressar.

BOAS-VINDAS

O Turismo é uma das quatro prioridades oficiais do plano de médio prazo do Governo da Guiné-Bissau. Vai-se aperceber disso imediatamente, na escassa 1,5 h entre o desembarque do avião e a sua chegada a bordo do nosso barco no porto de Bissau… Depois, quando chega às ilhas é um outro mundo: o tempo pára e é transportado para uma outra dimensão cheia de novas emoções…

COMUNICAÇÕES

Em Bissau, as comunicações móveis funcionam razoavelmente. Depois, durante a viagem iremos passar ocasionalmente por pontos com cobertura.

No entanto, a bordo dispomos de um telefone por satélite que matem constantemente a ligação com todas as redes fixas e móveis.

Caso queira aceder à Internet móvel, existe 3G na Guiné-Bissau. Durante a navegação, ocasionalmente haverá acesso ao 3G, GPRS e a ORANGE oferece ligações com  tecnologia EDGE (“2G”). Tanto a ORANGE como a MTN dispõem de uma boa “rede tipo Wi-Fi” a que se pode aceder em Bissau mediante a compra nos quiosques de códigos temporais.

Para facilitar a operação diária, O AFRICA PRINCESS e toda a sua tripulação estão equipados com rádios VHF, 24/24.

CONHECIMENTO LOCAL

A Guiné-Bissau, apesar de ser um país muito jovem, tem uma história muito antiga. Dentro da Guiné-Bissau, devido à insularidade, os Bijagós são um grupo étnico muito especial e com características muito específicas.

Durante a viagem o nosso Confort Manager estará à sua disposição, para ajudar a entender e aprender melhor os parâmetros da religião deste povo, a cultura, a organização do poder, as tradições, a estrutura familiar, a agricultura, etc…

Além disso, ele irá também ajudar a compreender a natureza do Arquipélago dos Bijagós: os animais, as plantas, a geologia, o mar, etc.