A ROTA DO OKAVANGO

21 dias

Namibia – Botswana – Cataratas Victoria (Zimbabwe)

1º Dia – LISBOA/MADRID…

Início da viagem com ligação aérea a Madrid a partir de onde integra o pequeno grupo com o qual irá efetuar a sua expedição. Embarque em voo da Turkish Airlines com destino à Namíbia, via cidade europeia e africana. Refeições e noite a bordo…

2º Dia – …/WINDHOEK

Chegada à capital da Namíbia. Transfer para o Kalahari Sands Hotel ou similar.

Resto do dia livre. Alojamento.

3º Dia – SOSSUSVLEI (Pensão Completa)

Após o pequeno-almoço inicio propriamente dito da expedição.

Saída em direção ao Deserto da Namíbia. Voo cénico em helicóptero para conhecer esta espectacular zona de dunas. No dia de hoje visitaremos ainda o Canion Sesriem.

Alojamento no Sossusvlei Lode ou similar.

4º Dia – SOSSUSVLEI (Pensão Completa)

Dia para explorar esta espectacular zona de dunas avermelhadas.

Não vai poder deixar de subir a Duna 45.

Alojamento no Sossusvlei Lodge ou similar.

5º Dia – SWAKOPMUND (Meia Pensão)

De manhã bem cedo, saída para DeadVlei onde fará uma caminhada.

O DeadVlei está “encastrado” entre as 2 dunas de areia mais altas do Mundo (Big Daddy e Big Mammy – com cerca de 360m de altura).

Transfer aéreo, de aproximadamente 1h30m, desde Sossusvlei até Swakopmund, onde vai sobrevoar a Costa dos Esqueletos.

Alojamento no Strand Hotel Swakopmund ou similar. Jantar livre para “descobrir” a cidade e os seus variados restaurantes de nível Europeu.

6º Dia – SPITZKOPPE (Pensão Completa)

Subindo a costa em direção a Norte entrará no Parque Nacional Costa dos Esqueletos. Uma zona costeira de fortes ventos e correntes que não só provocam uma enorme e curiosa erosão nas rochas mas que fazem dela uma das costas mais perigosas para a navegação daí que, ao longo de toda essa costa, se vão misturando as colónias de focas e flamingos com os restos (esqueletos) de embarcações encalhadas e naufragadas. Chegada a Cape Cross onde vai poder admirar uma colónia de leões marinhos que chega a reunir mais de 250.000 exemplares. Continuação para o nosso próximo destino, Spitzkoppe, onde vai poder ver uma das formações rochosas mais singulares do mundo.

Alojamento no Ratpanat Fly Camp (sem duche)

7º Dia – DAMARALAND (Pensão Completa)

Pode-se dizer que o amanhecer sobre as montanhas de Spitzkoppe é um dos mais belos de África. Hoje, dirigimo-nos para a vasta região de Damaraland. Visita a Twyfelfontein, onde se pode encontrar um dos mais completos e impressionantes conjuntos de gravações rupestres da África Meridional. Continuação para o nosso acampamento que se encontra na área dos elefantes do deserto e do raro, rinoceronte negro.

Alojamento no Mowani Moutain Camp / Kipwe Camp

8º Dia – EPUPA FALLS – Tribos Himba (Pensão Completa)

O trajecto será, gradualmente, um primeiro contacto, um primeiro safari. À medida que o nosso trajecto vai prosseguindo e nos vamos aproximando do rio Kunene, começamos a ver as primeiras aldeias Himba. Esta região, denominada Kaokoland é, provavelmente, a região mais recôndita e mais inacessível da Namíbia.

Alojamento na margem do rio Kunene com zona chill out em plataforma elevada sobre o rio em acampamento Omarunga Tented Camp.

9º Dia – EPUPA FALLS – Tribos Himba (Pensão Completa)

Dia inteiramente dedicado a “viver” esta região e ao contacto, possível, com as Tribos Himba.

Alojamento no mesmo local da noite anterior.

10º Dia – KAOKOLAND / ETOSHA (Pensão Completa)

À medida que vamos descendo pelas terras de Kaokoland, habitadas pelos Himbas desde o Séc XVI, vamos deixando para trás um dos escassos cenários virgens do Planeta e que tem permitido a esta tribo manter as suas tradições e estilo de vida semi-nómada.

Ao final da tarde chegaremos ao nosso destino, o Etosha National Park, paraíso da vida selvagem na Namíbia. Tal como o nome significa “lagoa de água seca” ou “lugar imenso” a região de Etosha nasceu de um enorme lago que secou há milhares de anos atrás mas que, quando chega a época das chuvas, os seus 5000 Km2 tornam-se no bebedouro universal para toda a fauna. Os “game drives” no parque permitir-lhe-ão, nestes dias, observar essencialmente elefantes, leões, rinocerontes e, misturados com a savana abundam as avestruzes, impalas, gnus, kudus e orix entre outras espécies.

Alojamento no Toshari Lodge

11º e 12º Dia – ETOSHA (Pensão Completa)

Apesar de continuarmos os nossos safaris no PN Etosha e dada a sua imensidão, dirigir-nos-emos para a região Namutoni y Halali diversificando assim os nossos “game drives” e claro, a observação dos animais.

Alojamento no Onguma Game Reserve – Etosha Aoba Lodge / Onguma Bush Camp

13º Dia – TSUMEB (Pensão Completa)

Continuaremos o nosso trajeto até Tsumeb, terras de uma cultura quase extinta onde vamos poder desfrutar das tradições de uma comunidade de bosquimanos. Estes são uma antiga tribo de caçadores-recolectores que, como tantas outras, está a ser absorvida pelos “costumes” da vida moderna. Os mais jovens são os que melhor se adaptam, sendo os mais velhos os que mais sofrem. Caminhada com este povo que lhe vai mostrar os segredos da vida na natureza. Será surpreendente ver tudo o que o solo tem para oferecer.

Alojamento no Kupferquelle Resort

14º Dia – NYAE NYAE (Pensão Completa)

Fora da rota turística e fora dos itinerários tradicionais da Namibia, dirigimo-nos para Este para descobrir uma zona de tribos bosquímanas na Reserva de Nyae Nyae. Pelo caminho, visitaremos o meteorito que caiu há 80.000 anos nos arredores de Tsumeb.

Ratpanat Fly Camp (sem duche).

15º Dia – DELTA DE OKAVANGO (Pensão Completa)

Manhã cedo a nossa expedição prossegue em direção à fronteira entre a Namíbia e o Botswana. Após as formalidades seguiremos em direcção a Tsodillo Hills (pinturas Património da Humanidade) e chegada à “porta” do Delta.

De lancha rápida (cerca de 3 horas) entre crocodilos, hipopótamos e garças brancas, efectuaremos parte do nosso trajecto/safari para chegarmos então à nossa ilha e acampamento privados em pleno Delta de Okavango provavelmente uma das regiões mais espectaculares do Mundo.

Ratpanat Delta Del Okavango Safari Camp (wc e duche privativo).

16º Dia – DELTA DE OKAVANGO (Pensão Completa)

Safari a pé e passeios em mokoro (canoa típica do delta) preencherão o nosso dia.

Ratpanat Delta Del Okavango Safari Camp (wc e duche privativo).

17º Dia – CHOBE (Meia Pensão)

Em lancha efectuaremos o último safari no Delta até chegarmos a uma das várias pistas de aterragem existentes no Delta. Saída para um dos voos cénicos mais espetacular que alguma vez imaginou. Um maravilhoso voo que atravessará todo o Delta de Oeste para Este em direcção a Kasane, porta de entrada no Chobe. Almoço picnic (lunch-box). Transfer para o lodge onde ficará alojado, o Chobe Mowana Safari Resort & Spa ou similar, situado em frente ao rio Chobe. Durante a tarde safari em barco ao longo do rio Chobe. Um espectáculo inolvidável pelos grandes grupos de animais que, ao final da tarde, se concentram ao longo da margem para beber água. Regresso ao lodge para jantar e alojamento.

18º Dia – CATARATAS DE VICTORIA (Alojamento e Pequeno-Almoço)

Ao amanhecer safari em veículo 4×4 para se despedir do P.N. Chobe que, com os seus 10.566 Km2, tem uma das maiores concentrações de fauna do continente Africano. Regresso ao lodge para pequeno-almoço após o qual continuaremos para a fronteira com o Zimbabwe. Formalidades aduaneiras e continuação da viagem (cerca de 1 hora) até à cidade de Victoria Falls.

Alojamento no Victoria Falls Hotel ou similar. Resto do dia livre.

19º Dia – CATARATAS DE VICTORIA (Alojamento e Pequeno-Almoço)

Dia livre para desfrutar da beleza deste magnífico local. As Cataratas, com 1,7Km de extensão e que no seu ponto mais alto a queda de água atinge os 108m, são um espectáculo natural extraordinário alimentado pelas águas do rio Zambeze e que formam uma fronteira natural entre a Zâmbia e o Zimbabwe. Hoje e em hora a indicar localmente, terá incluído um voo cénico em helicóptero ou ultraleve sobre as Cataratas Victoria.

Park fees no valor de Usd 12,00 por pessoa, não incluídos. Como o ultraleve se realiza do lado da Zambia, os custos do visto e park fees serão pagos localmente pelos clientes.

Possibilidade de efetuar diversas atividades opcionais.

Alojamento no seu hotel em regime de pequeno-almoço.

20º Dia – CATARATAS DE VICTORIA/…

Em hora a indicar localmente, e de acordo com a hora do voo programado, transfer para o aeroporto. Formalidades de embarque e saída com destino a Joanesburgo. Escala para mudança de avião e início da viagem de regresso à Europa. Refeições e noite a bordo…

21º Dia – …/LISBOA

… manhã cedo chegada à cidade Europeia para escala de ligação a Madrid e posterior ligação ao voo final com destino ao aeroporto da portela em Lisboa.

 

PREÇOS POR PESSOA

Preço base: 3.335 € Incluindo taxas de aeroporto (650 € sujeitas a alteração)

Pagamento local: 700€ + 1.000 U$D (Notas U$D posteriores a 2004)

Suplemento saídas de Julho e Agosto: 295 € net

Voo LIS/MAD/LIS – TAP em classe U

Todas as partidas sujeitas a um mínimo de 09 e a um máximo de 18 participantes.

Saídas realizadas com número inferior a 13 passageiros, sujeitas a um suplemento de 195 € net por pessoa.

 

CONDIÇÕES ESPECIFICAS em caso de CANCELAMENTO DE VIAGEM:

Até 60 dias antes da viagem – 20% sobre o preço base

De 59 a 31 dias antes da viagem – 40% sobre o preço base

A 30 dias, ou menos, antes da partida – 100% sobre o preço total da viagem.

No show – 100% sobre o preço total da viagem, incluindo pagamento local.

 

DATAS DE PARTIDA 2017

JUNHO – 05

JULHO – 01;03;15;17;29;31

AGOSTO – 03;05; 07;17;19;21

SETEMBRO – 02; 04; 09; 16; 18; 30

OUTUBRO – 02; 07; 14; 16;

INCLUÍDO:

– Taxas de aeroporto no valor de 650 € net por pessoa (sujeito a alteração)

– T-shirt Ratpanat

– Guia em Espanhol

– Voo TAP (Lisboa/Madrid /Lisboa)

– Voo Turkish Airlines (Madrid/Istambul/ Joanesburgo/Windhoek-Joanesburgo/Istambul/Madrid)

– Voo Victoria Falls/Joanesburgo

– Transporte em camião especialmente preparado para safari

– Condutor-mecânico, cozinheiro e assistente de campo

– Pensão completa durante todo o itinerário, excepto em Windhoek e Victoria Falls que apenas tem o pequeno-almoço incluído. Em Swakopmund-Walvis Bay o regime é de meia pensão

– Água purificada com pastilhas durante todo o safari

– Tendas duplas 2,50 x 2,50 equipadas com camas de alumínio para camping, colchão, edredon de penas, lençóis, almofadas, etc… NÃO NECESSITA SACO DE DORMIR.

– 1 lavatório individual por tenda para higiene pessoal.

– Entradas nos Parques e Reservas Nacionais

– Voo de avioneta de Sossusvlei para Swakopmund

– Voo de helicóptero ou ultraleve sobre as Cataratas Victoria (helicóptero confirmado e ultraleve segundo disponibilidade à chegada)

– Visita à Duna 45, Dead Valley e Sesriem Canyon

– Visita à colónia de leões-marinhos, em Walvis Bay (Cape Cross)

– Visita às pinturas rupestres em Twyfelfontein (Património da Humanidade)

– Visita Tribo Himba

– Safaris no Parque Nacional de Etosha

– Visita à comunidade bosquímana

– Lanchas rápidas no Okavango, safari a pé e passeio em mokoro na ilha

– Voo panorâmico de avioneta sobre o Delta do Okavango até Kasane (Chobe)

– Hoteis, Lodges e acampamentos conforme discriminado no programa.

– Seguro de viagem

 

NÃO INCLUÍDO:

– Taxas locais (impostos turísticos que um país pode pedir aos visitantes, para além do visto).

– Obtenção de visto Zimbabwe ($ 30,00 por pessoa – obtido à chegada)

– Obtenção de visto Zambia (entre os $ 50,00 e $ 80,00 por pessoa – obtido à chegada)

– Entrada nas Cataratas Victoria

– Bebidas (Caso clientes queiram refrescos e bebidas alcoólicas o custo aproximado por pessoa durante todo o safari é de aproximadamente € 20,00 – € 30,00).

– Actividades opcionais: Rafting no rio Zambeze, passeio com leões…

– Extras de carácter pessoal, tais como: chamadas telefónicas, serviço de bar, lavandaria, etc.

– Gratificações: A gratificação faz parte integrante da cultura africana. Os funcionários sempre esperam uma gratificação em reconhecimento do seu trabalho bem feito, mas não é obrigatório. A gorjeta prevista e que poderá considerar como habitual para esta viagem ronda, no total, os 45,00€  para guia e staff do camião e 25,00€ para lodges e acampamentos (valores por passageiro).

– Qualquer outro serviço não especificado no presente orçamento

 

O QUE LEVAR:

– Roupa cómoda e ligeira de algodão/linho, camisolas de manga curta e comprida, calças largas, bermudas, polar, “corta vento”.

– Lanterna frontal (luz de mineiro)

– Cantil

– Binóculos

– Chapéu, óculos de sol, sapatos desportivos, cantil, creme de protecção solar elevado, repelente.

– Toalhitas húmidas e produtos de higiene pessoal

– Toalha (de preferência de fibra para secar rápido).

– Medicamentos de uso pessoal

– Pilhas/bateria, rolos/cartões de memória extra para a máquina fotográfica

– Adaptador universal

– Dinheiro em dólares e euros, cartão de crédito para imprevistos, embora só se possa utilizar em locais específicos

– Passaporte e boletim de vacinação internacional (febre amarela obrigatória)

 

NOTAS:

– As malas têm de ser maleáveis e o peso não pode ser superior a 15 Kg, caso contrário será cobrado excesso de bagagem.